Menos é mais

Esse sábado tivemos o grande prazer de fazer as fotos do casamento de Alexandre e Janaína que, acima de tudo, são pessoas de perfeita harmonia com os tempos em que vivemos. Dos casais que conheço, Alexandre e Janaína, além de formarem esteticamente um par belíssimo, são cabeças novas, mentes frescas, abertas ao novo, e qual não foi minha surpresa quando percebemos que o casamento correu tudo dentro da mais perfeita tradição dos “casamentos antigos”. No bom sentido, é óbvio!

Até uma amiga em comum que estava nos bancos e que já viveu muitos anos na Europa e viaja pelo mundo dando conferências de seu trabalho me confidenciou, em tom de surpresa e admiração: “– Hoje vamos viver um casamento antigo”.

Casamentos simples, porém belos e cheios de significado estão em falta. Já vi de tudo em casamentos, desde trombetas medievais para anunciar a entrada do cortejo formado pelo noivo+sogra, pais e padrinhos, até violinista fazendo uma passeata solo na entrada da noiva. E por aí vai uma infinidade de novas tradições advindas sei-lá-de-onde, que nos últimos anos se foram introduzindo nos casamentos. Mas esse foi diferente, foi “antigo”, na verdade… foi belo.

Os padrinhos já estavam sentados ao lado do altar, como cumpre a tradição (afinal de contas, eles não são protagonistas, mas testemunhas do ato pelo qual o casal declara seu amor e faz suas promessas de fidelidade até a morte, nos casamentos católicos), e o noivo? O noivo estava lá, impecável com seu costume normal, sem lenços e pompas, mas impecável, moderno, simples, já de pé, no altar, esperando ansiosamente a noiva, que ao som de uma simples e belíssima canção católica, entrou de braços dados com seu pai.

O noivo à sua espera, lembrando que eu lhe tinha avisado que ele não saberia onde colocar as mãos nesse momento (eu fiquei assim), e tudo foi perfeito.

Eles assumiram o protagonismo de forma perfeita. Eram os celebrantes da cerimônia.

Então, se você vai se casar agora, pense qual é seu estilo e lembre-se que o simples também é belo, por sinal, belíssimo!

Abraços.

J. Caetano

(P.S.: Eu não sou contra as novas tradições, mas acredito que os noivos devem ser os protagonistas únicos de seu amor)

Trackbacks are closed, but you can post a comment.

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: